APCA
Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia / Espinho


Designação:

Unidade de Cirurgia de Ambulatório do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho - UCA do CHVNG/E.

Situada na Unidade III, em Espinho.

 

Conselho de Administração do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho:

Presidente: Professor Dr. António Dias Alves; Diretor Clínico: Dr. José Pedro Moreira da Silva

 

Direção da Unidade de Cirurgia de Ambulatório:

Diretora: Dra. Leonor Amaro; Enfermeira chefe: Engª Terezinha Roque; Gestão: Dra. Ana Luísa Sá

 

Modelo de organização:

Serviço de apoio clínico integrado na Unidade de Gestão Integrada de Cirurgia (UGI-Cir).

Diretora da UGI- Cirurgia: Dra. Cassilda Cidade

Início de funcionamento da Unidade em setembro de 2008.

 

Casuística da UCA e taxa de ambulatorização do Hospital

No ano de 2016, foram intervencionados em regime de ambulatório 61.9 % dos doentes operados programados em todo o Centro Hospitalar, sendo que a atividade da UCA representou 37.5 % da atividade cirúrgica de ambulatório do Centro Hospitalar, com um total de 5113 doentes intervencionados na UCA.

 

Especialidades cirúrgicas que exercem atividade na UCA:

Cirurgia Vascular, Cirurgia Plástica, Cirurgia Geral, Ortopedia, Urologia, Ginecologia, ORL, Estomatologia e Neurocirurgia.

 

Recursos humanos:

Quadro próprio da UCA - equipa de enfermagem (23 enfermeiros), assistentes técnicos (2 assistentes) e assistentes operacionais (10).

Equipa médica, na dependência dos serviços a que pertencem.

 

Lotação:

Recobro I e II: 16 camas; pernoita: 8 camas

 

Avaliação pós-operatória:

- Inquérito telefónico ás 24 h de pós-operatório

- Inquérito telefónico ás 72 h de pós-operatório (em caso de complicações ocorridas às 24 h)

- Inquérito telefónico ao 7º dia de pós-operatório (implementação em curso)

- Inquérito de satisfação aos 30 dias (por correio, com envelope RSF)

- Consulta de follow-up nas especialidades cirúrgicas 1-2 M pós-operatório

 

Modelos de avaliação da Qualidade:

- SINAS (projeto da ERS): desde 2011, em curso. Resultados obtidos: nível de excelência clínica.

- Modelo de Acreditação ACSA (Departamento de Qualidade da DGS): desde 2015, em curso até 2021. Certificado de Acreditação de nível Bom, setembro 2016.

 

Documentos e normas de funcionamento:

- Regulamento Interno (2011, atualizado a 2015 e 2017)

- Manual de Normas e Procedimentos (2015)

- Manual da Qualidade (2015)

- Manual de Funções e Responsabilidades (2015)

- Processo Assistencial Integrado (PAI) do doente intervencionado na UCA (2016)

 

Folhetos informativos para os utentes:

- Folhetos gerais de informação para o utente e acompanhante

- Folhetos para a população pediátrica

- Folhetos específicos por procedimento cirúrgico

- Folhetos para doentes submetidos a anestesia loco-regional


Recomendações para a Abordagem Anestésica do doente Idoso e do doente Obeso em Cirurgia Ambulatória
Congreso ASECMA 2017
European Hernai Society - 2017 Vienna

12th IAAS International Congress - Beijim

JAB 2017 - PARIS

Inscreva-se na APCA

Informação sobre o Tromboembolismo Venoso
Jornal do Congresso - 2014
Recomendações - Anestesia Regional em CA
Recomendações -Tromboprofilaxia em Cirurgia Ambulatória

International Association for Ambulatory Surgery

Mailing list APCA